Parto Hospitalar Pode Ser Humanizado?

Crédito: Michele Pampanin

Não só pode como deve. Se você já sabe o que é Parto Humanizado e já sabe que quer um parto humanizado, vamos explorar como isso é possível em um ambiente hospitalar. 

Mesmo a humanização não sendo tão recente no Brasil, a grande maioria das maternidades ainda prioriza suas rotinas e procedimentos ao invés dos desejos e escolhas das mulheres.

Alguns locais ainda tentam impedir a presença do acompanhante (mesmo sendo uma Lei Federal), além de não garantir o direito à privacidade, contrariando as recomendações de que as mulheres sejam as protagonistas do próprio parto.

Para lidar com um cenário obstétrico que se tornava caótico, a Rede Cegonha (2011) e o Projeto Parto Adequado (2015) foram criados para garantir a assistência humanizada durante pré-natal, parto e pós-parto.  

E aí então mulheres, bebês e famílias foram felizes para sempre….Quase

Muitas instituições e profissionais ainda se recusam a seguir as orientações e basear suas práticas nas evidências científicas mais atuais. E é aqui que entra a importância da Educação Perinatal, da busca por informações, do preparo durante a gestação e, se possível, de uma equipe de profissionais humanizados, incluindo uma doula

“Ok, mas e na prática como faz?”

  • A gestação passa rápido, portanto inicie sua preparação o mais cedo possível;
  • Questione se você tem medo do parto normal, se ele é baseado em mitos, ou se é a dor que te assusta. Converse com uma doula;
  • Solicite as taxas de cesarianas dos obstetras e maternidades do seu plano de saúde; 
  • Ao escolher a maternidade, lembre-se que uma equipe com práticas humanizadas é mais importante que a “hotelaria” oferecida; 
  • Se você faz o acompanhamento pré-natal pelo SUS, a escolha da maternidade vai ser ainda mais importante. Questione se os protocolos de atendimento seguem as recomendações da Rede Cegonha;
  • Assuma o protagonismo, saiba dos seus direitos.

É um processo longo e trabalhoso, por isso quanto maior sua rede de apoio, mais leve ele se torna.

O prêmio? Ter sido acolhida e respeitada nessa jornada louca que é o Gestar, Parir e Cuidar. 

Conheça o Universo do Parto Humanizado

Depoimentos

Camila: Mãe da Mahê

Me mudei para Piracicaba e logo me vi grávida, sem conhecer quase ninguém na cidade. Minha primeira consulta com uma obstetra foi um balde de

Depoimentos

Victória: Mãe do Bernardo

Foi um acompanhamento muito necessário para nos preparar para a chegada do Bernardo, as meninas são super atenciosas, tiraram todas as nossas dúvidas, nos ajudaram

Quer saber mais sobre Parto Humanizado?

Entre em contato conosco

Enviar Mensagem
Olá, envie sua mensagem. Responderemos assim que possível. Agradecemos desde já. Obrigada.